Não ter voz

Não me basta falar

Quero ser ouvida

Não mais invisibilizada

Taxada de burra

Como posso ficar segura

Se a mim não escutam ?

Diminuem minha luta

Toda minha labuta

Mas será que é algo a ser dado?

Talvez seja algo a ser conquistado

E a mim requer coragem

Mais vontade para seguir em frente em uma longa viagem

De conhecimento e amor próprio

Com determinação e compaixão

Quando terei minha voz de volta?

Meu coração palpita

Não quero mais ser essa menina escondida

Mas temo

 

 

Advertisements